Pular para o conteúdo

The Story behind the most famous war photograph in History

maio 13, 2010

On War: Joe Rosenthal & Iwo Jima
He has been called a genius, a fraud, a hero, a phony. He has been labeled and relabeled, adored and abused, forced to live and relive, explain and defend that day atop Mount Suribachi on each and every day that has followed, more than 18,000 and counting. “I don’t think it is in me to do much more of this sort of thing,” he said during an interview — his umpteen-thousandth — about Iwo Jima. “I don’t know how to get across to anybody what 50 years of constant repetition means.”


© Joe Rosenthal/AP. U.S. Marines of the 28th Regiment of the Fifth Division raise the American flag atop Mt. Suribachi, Iwo Jima, on Feb. 23, 1945.

Upon landing, Rosenthal hurried toward Suribachi, lugging along his bulky Speed Graphic camera, the standard for press photographers at the time. Along the way, he came across two Marine photographers, Pfc. Bob Campbell, shooting still pictures, and Staff Sgt. Bill Genaust, shooting movies. The three men proceeded up the mountain together.

About halfway up, they met four Marines coming down. Among them was Sgt. Lou Lowery, a photographer for Leatherneck magazine, who said the flag had already been raised on the summit. He added that it was worth the climb anyway for the view. Rosenthal and the others decided to continue.
The first flag, he would later learn, was raised at 10:37 a.m. Shortly thereafter, Marine commanders decided, for reasons still clouded in controversy, to replace it with a larger flag.



© AP. Former Associated Press photographer Joe Rosenthal holds his famous Pulitzer Prize-winning photo of the flag raising on Mount Suribachi as he poses in San Francisco, Feb. 18, 1965.

Joe Rosenthal, Iwo Jima e a história das duas bandeiras…
Alguns soldados americanos chegaram ao topo do monte, fincaram a bandeira no território conquistado e comemoraram. A batalha começou novamente, mas logo os americanos retomaram o controle da situação. Segundo o “famous pictures”, a única vítima desta batalha ou escaramuça, foi a câmera do sargento Lowery. Ele resolveu descer a montanha e buscar outra. No caminho encontrou três fotógrafos, Bill Genaust, Bob Campbell e Joe Rosenthal. Lowery contou para os três que eles haviam perdido o hasteamento da bandeira americana, mas que valia a pena continuar a caminhada porque a vista era muito bonita.

About these ads
5 Comentários leave one →
  1. Wank Carmo Link Permanente
    maio 15, 2010 3:23 am

    É tal cara que pediu para armar tudo de novo, pois um militar norte americano – sargento se não me engano – já havia dado o flagra na ação original executada pelo mesmo grupo que fez o “repaly”. A foto do milico foi para o limbo e a do cara virou ícone. É a política aprontando das suas às custas da fotografia, também.

  2. claudioversiani Link Permanente*
    maio 18, 2010 9:24 pm

    Wank, caro amigo,
    o Joe Rosenthal não armou nada, ele deu foi muita sorte.
    Ele assume que a foto dele era da segunda bandeira, mas ele não pediu para que os soldados colocassem essa segunda bandeira.
    Segue o enlace…
    Joe Rosenthal, Iwo Jima e a história das duas bandeiras…
    Que a história está lá.
    Gde ab.

  3. Wank Carmo Link Permanente
    maio 19, 2010 1:11 am

    Mas existe uma primeira fotografia. Vou pesquisar direitinho e com calma, pois tenho isso aqui.
    De qualquer forma, obrigado, pois me obrigas a fazer alguma correção. Hasta la vista!

  4. Wank Carmo Link Permanente
    maio 19, 2010 1:20 am

    Pronto, Caro Versiani. Está esclarecido. Lá no bom bloco de notas você se encarrega de jogar luz… Obrigado! Mas o que eu sabia e está registrado, é que um milico havia feito uma fotografia parecida…, e isto ficou vago para mim, depois de sua observação.

    “E a partir daqui começa a história da foto de Rosenthal. Os americanos conquistaram Iwo Jima depois de 4 dias de batalha. O monte Suribachi era um local estratégico.

    Alguns soldados americanos chegaram ao topo do monte, fincaram a bandeira no território conquistado e comemoraram. A batalha começou novamente, mas logo os americanos retomaram o controle da situação. Segundo o “famous pictures”, a única vítima desta batalha ou escaramuça, foi a câmera do sargento Lowery. Ele resolveu descer a montanha e buscar outra. No caminho encontrou três fotógrafos, Bill Genaust, Bob Campbell e Joe Rosenthal. Lowery contou para os três que eles haviam perdido o hasteamento da bandeira americana, mas que valia a pena continuar a caminhada porque a vista era muito bonita.

    E aqui começa a sorte de Rosenthal. O coronel Johnson que comandou a operação ficou sabendo que o secretário da marinha, James Forrestal queria guardar a bandeira para um memorial sobre Iwo Jima. Johnson então mandou uma segunda bandeira para o alto da montanha, a original iria ficar com o seu batalhão que havia conquistado o monte Suribachi.”

  5. claudioversiani Link Permanente*
    maio 19, 2010 11:26 am

    Pronto meu amigo.
    PicturaPixel também é história.
    Gde ab.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: