Skip to content

Notícia Triste. O fotógrafo João Silva foi ferido no Afeganistão

outubro 24, 2010

Herido un fotógrafo del New York Times en Afganistán al pisar una mina
El fotógrafo del periódico estadounidense The New York Times Joao Silva ha resultado gravemente herido en el sur de Afganistán, según se ha anunciado en la pagina web del rotativo.
El diario ha informado que el fotoperiodista pisó una mina cuando se desplazaba junto a una patrulla de soldados estadounidenses cerca de la población de Arghandab. Fue llevado urgentemente al aeródromo de Khandahar, sede de las baes de la OTAN y EE UU, para que le atendieran que las graves lesiones que sufre en las piernas.


Joao Silva, el fotógrafo de guerra que ha resultado herido al pisar una mina en Afganistán (primero por la derecha), junto a sus colegas Greg Marinovich, Kevin Carter, Ken Oosterbroek.

João Silva pisou mina talibã mas continuou a fotografar
O fotógrafo português João Silva, radicado na África do Sul, ficou ontem gravemente ferido depois de ter pisado uma mina, no Sul do Afeganistão. Segundo o porta-voz do The New York Times, jornal para o qual o fotógrafo trabalha actualmente, João Silva perdeu “parte de ambas as pernas”, apresentando ainda “danos pélvicos e hemorragias internas”. O fotojornalista deve ser transferido ainda hoje para a base norte-americana de Ramstein, na Alemanha.
O fotógrafo de 44 anos acompanhava uma patrulha da 101.ª Divisão Aerotransportada em Arghandab, na província de Kandahar, quando pisou a mina. De acordo com o relato da jornalista Carlotta Gall – contado ao DN pelo porta- -voz Robert Christie -, João Silva “continuou a tirar fotografias após a explosão, enquanto os médicos habilmente aplicaram torniquetes, lhe deram morfina e o levaram em maca para o helicóptero”.
Após ter sido levado de emergência para a base em Kandahar, o fotógrafo foi operado e esperava- -se que fosse ainda ontem transferido para a base de Bagram, perto de Cabul. Segundo Robert Christie, os médicos estão em contacto com a mulher do fotógrafo, tendo–lhe indicado que ele “ainda não está livre de perigo, mas é extremamente forte”. Vivian, que vive com o marido na África do Sul, deverá voar para a Alemanha na segunda-feira de manhã. A família, contactada pela agência sul-africana SAPA, estava demasiado perturbada para tecer comentários.

Widespread Impact From an Afghan Mine

Many photo agencies sought Mr. Silva out to be a member. He turned them down. He is not interested in money or fame. He mostly shuns the circuit of festivals and awards. His priorities are photographing conflict, riding motorcycles and being with his family. In fact, he has scheduled his assignment tours around the birthdays of his two young children.
Paradoxical as it might sound to an outsider, Mr. Silva is deliberate even in the most dangerous and volatile situations.
“He has incredibly good judgment and he pushes boundaries, but with great care and caution,” Ms. Sinclair said. She recalled:
We were at a Baghdad hospital in 2003, covering the aftermath of a bombing. Some of the younger photographers were very aggressive, stepping all over the place, being aggressive with the families. Joao went over and took pictures in a respectful way.  He shot only when necessary so as not to upset the relatives.  He got the picture, but he did it like a surgeon.  He is the bravest amongst us, but he is also the most gracious, the most respectful of others.
And on Saturday, the respect was being returned.

O blog torce pela recuperaçãop de João Silva.
Quem mandou a notícia triste para cá foi o Paulo Amorim, amigo lá de Portugal.

As muitas mortes de Kevin Carter

5 Comentários leave one →
  1. outubro 24, 2010 11:39 am

    Que tudo dê certo! Muita força pra toda família.

  2. Claudio Versiani permalink*
    outubro 24, 2010 12:05 pm

    Assim seja!

  3. outubro 24, 2010 10:22 pm

    Que notícia terrível. Sou fã do João desde que li o livro “O Clube do Bang Bang” que ele escreveu em parceria com o Greg Marinovich, onde eles contam tudo que passaram fotografando os duros anos do apartheid. Vou ficar na torcida para que ele se recupere o mais rápido possível.

  4. Claudio Versiani permalink*
    outubro 25, 2010 9:00 am

    Caro Luiz, eu também sou fã dele.
    Estamos na torcida.
    Ab.
    Caro Claudio, bela foto do Pelé, hein?
    Ab.

  5. Wank Carmo permalink
    outubro 26, 2010 3:29 am

    Caro Cladio, mina Taliban, nã, ni, na, não! Mina norte americana ou no mínimo russa dos conflitos anteriores dos anos 80. Quem amputou as penas de João Silva foram os USA que invadiram o afeganistão. João Silva estava no comboio do império invasor numa zona já rastreada e deu azar.
    Portanto, debito esta desgraça, na conta dos invasores canalhas. Quer mais? Olha essa aí…
    http://www.hrw.org/en/news/2010/10/24/iraq-wikileaks-documents-describe-torture-detainees Este é o relatório da maldade. Aliás, o bloco de notas picturapixel está cheio de atrocidades praticadas por esses canalhas que tem a petulância de se intrometer na vida do Irã e defender a manutenção das carnificinas sionistas em solo Palestino. Abraços

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: