Skip to content

Deu na Falha de São Paulo

janeiro 11, 2011

A “FOLHA” E A LIBERDADE DE EXPRESSÃO: MACACO, OLHA O TEU RABO…

Diz o editorial da Folha de S. Paulo desta 6ª feira, 10:
“Está em curso uma cruzada de governos e empresas internacionais contra o WikiLeaks…
A perseguição parece relacionada ao intuito de silenciar um novo meio de divulgar informações que ganhou uma inesperada projeção internacional e tornou-se um incômodo para governos de diversos países…

Diz o editorial do CMI Brasil que está no ar desde 4ª feira, 8:
“…surgiu em setembro um blog chamado Falha de S. Paulo, uma paródia ao maior jornal brasileiro, a Folha de S. Paulo. (…) Era um blog recheado de fotomontagens, brincadeiras e críticas ácidas ao noticiário da Folha. Eram críticas sempre bem-humoradas, porém duras.
Para se ter uma ideia, uma das montagens de maior sucesso (e mais irônica) punha o rosto do dono do jornal, Otavio Frias Filho, no corpo de Darth Vader. Pois bem: após um mês no ar o jornal entrou na Justiça para censurar o blog. Pior: conseguiu. Ainda pior: além de conseguir cassar o endereço, a Folha abriu um processo de 88 páginas contra os criadores do site, pedindo indenização em dinheiro por danos morais.


Ombudsman defende a Folha e nos chama de “grosseiros”, “apelativos” e fala em “insultos” // pelo menos finalmente a Falha sau na Folha

Fazemos aqui um apelo público para, por favor, começarmos uma grande campanha em defesa da honra da Folha. Proponho primeiro abrirmos uma conta bancária para arrecadar fundos e custear o processo que o jornal está sendo obrigado a mover. A coluna de hoje da ombudsman nos convenceu. Como ela bem disse, somos “grosseiros”, “apelativos” e “insultamos” pessoas. Montamos uma “guerrilha” contra o jornal. E como esclareceu o chefe do jurídico, os leitores estavam sendo enganados. Entravam em nosso site, davam de cara com Otavinho Vader e achavam que era a página oficial do Grupo Folha. Pior: conseguimos enganar o Financial Times, a Wired, a organização Repórteres sem Fronteiras e, vejam só, enganamos até Julian Assange, criador do WikiLeaks –que por sua vez enganou o governo norte-americano. A ombudsman esqueceu de citar, mas engabelamos também alguns milhares de blogs e sites brasileiros. Nem o David Copperfield conseguiu iludir tanta gente, somos mesmo um terror. E o mais curioso é como conseguimos ter tempo e lábia pra convencer toda essa turma mesmo trabalhando mais de 10 horas por dia, cuidando de filho e sem departamento jurídico ou assessoria de imprensa. Somos dois dois irmãos e dois laptops. Mas a coluna de Suzana Singer abriu nossos olhos. Não tínhamos nos dado conta de quão cruel fomos. Ainda mais que do outro lado está a Folha, essa empresa idônea e indefesa, que quer apenas e tão singelamente “proteger sua marca”, como faria a Ford ou a Texaco.

Otavinho Vader


No comments yet

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: